top of page
Buscar
  • Foto do escritorCidade Radio

Meus filhos não querem ir à Igreja. O que devo fazer?



“A participação dos pais com seus filhos na celebração eucarística dominical é uma pedagogia eficaz para comunicar a fé e um estreito vínculo que mantém a unidade entre eles.”



(Papa Bento XVI)



Nossos filhos pequenos não têm obrigação de ir à Missa, porém é muito bom que eles

nos acompanhem na celebração eucarística. Pode ser que eles reclamem agora, só que

mais para frente os filhos saberão onde encontrar a força necessária para superar seus

desafios. Os pais têm a missão de oferecer educação religiosa aos filhos.


Se a criança não quer ir à Missa, é bom perguntar-lhe por quê. Talvez ela própria não

saiba dizer a razão. Mas vale a pena procurar compreendê-la e dar-lhe uma resposta

adaptada à sua idade. Na maioria dos casos, a criança não espera que os pais cedam e a

deixem ficar em casa, mas que lhe deem razões e a ajudem a ultrapassar a dificuldade.


Muitos pais têm essa dúvida, e até pessoas que já têm uma caminhada na Igreja ficam

inseguras quando o assunto é levar os filhos à Missa. E aí, levo meus filhos ou fico

esperando eles quererem ir? A resposta se encontra em outra pergunta: caso seu filho não queira ir à escola, você permitiria e o deixaria escolher quando estivesse adulto?


Essa é a linha de nossa reflexão.



Uma motivação para os pais levarem seus filhos vem do Papa emérito Bento XVI:



"Temos de motivar os cristãos para que participem nela ativamente e, se possível, melhor com a família. A participação dos pais com seus filhos na celebração da eucaristia dominical é uma pedagogia eficaz para comunicar a fé e um estreito vínculo que mantém a unidade entre eles. O domingo significa ao longo da vida da Igreja o momento privilegiado do encontro das comunidades com o Senhor ressuscitado".


Contar às crianças o significado da Missa e tudo relacionado à celebração eucarística consoante à idade delas é aconselhável.


É importante não ser exigente demais e não dar a entender que é uma obrigação imposta pelos próprios pais mas sim, faz parte de ser cristão e por amor à Jesus deve-se cumprir este Mandamento da Mãe Igreja.


Quando os filhos são adolescentes já entenderão melhor e caso seja tardio esse costume, os pais devem ter o mesmo procedimento de ensinar aos filhos na linguagem jovial, de forma simples e esclarecedora, para que percebam o quão é fundamental participar da Eucaristia nos Domingos e Festas de Guarda como é próprio do Catolicismo.


Os filhos devem compreender que é uma fonte de bênçãos e de graças este ato católico e de amor. A presença de toda família será ainda melhor e mais benefícios terão.




18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page