top of page
Buscar
  • Foto do escritorCidade Radio

A graça do Batismo


Os diferentes efeitos do Batismo são significados pelos elementos sensíveis do rito sacramental. O mergulho na água faz apelo ao simbolismo da morte e da purificação, mas também da regeneração e da renovação. Os dois efeitos principais são, pois, a purificação dos pecados e o novo nascimento no Espírito Santo.


Para a Remissão dos pecados...

Pelo Batismo, todos os pecados são perdoados: o pecado original e todos os pecados pessoais, bem como todas as penas do pecado. Com efeito, naqueles que foram regenerados não resta nada que os impeça de entrar no Reino de Deus: nem o pecado de

Adão, nem o pecado pessoal, nem as sequelas do pecado, das quais a mais grave é a separação de Deus.


No batizado, porém, certas consequências temporais do pecado permanecem, tais como os sofrimentos, a doença, a morte ou as fragilidades inerentes à vida, como as fraquezas de caráter e etc., assim como a propensão ao pecado, que a Tradição chama de concupiscência ou, metaforicamente, o "incentivo do pecado" ("fomes peccati"): "Deixada para os nossos combates, a concupiscência não é capaz de prejudicar aqueles que, não consentindo nela,

resistem com coragem pela graça de Cristo. Mais ainda: 'um atleta não recebe a coroa se não lutou segundo as regras' (2Tm 2,5)".


Uma Criatura Nova


O Batismo não somente purifica de todos os pecados, mas também faz do neófito "uma criatura nova", um filho adotivo de Deus que se tornou "participante da natureza divina", membro de Cristo e co-herdeiro com Ele, templo do Espírito Santo.


1) A Santíssima Trindade dá ao batizado a graça santificante, a graça da justificação, a qual

torna-o capaz de crer em Deus, de esperar Nele e de amá-Lo por meio das virtudes teologais;

2) concede-lhe o poder de viver e agir sob a moção do Espírito Santo por Seus dons;

3) permite-lhe crescer no bem pelas virtudes morais.


Assim, todo o organismo da vida sobrenatural do cristão tem sua raiz no santo Batismo.

A iniciação cristã realiza-se pelo conjunto de três sacramentos: o Batismo, que é o início da vida nova; a Confirmação, que é sua consolidação e a Eucaristia, que alimenta o discípulo com o Corpo e o Sangue de Cristo em vista de sua transformação Nele.

"Ide, portanto, e fazei que todos os povos se tornem Meus discípulos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, e ensinando-os a observar tudo quanto vos

ordenei" (Mt 28,19-20).

O Batismo constitui o nascimento para a vida nova em Cristo.

Segundo a vontade do Senhor, ele é necessário para a salvação, como a própria Igreja, na qual o Batismo introduz.


Quanto às crianças mortas sem Batismo, a liturgia da Igreja convida-nos a ter confiança na misericórdia divina e a orar pela salvação delas.


Em caso de necessidade, qualquer pessoa pode batizar, desde que tenha a intenção de fazer o que faz a Igreja, e que derrame água sobre a cabeça do candidato dizendo: "Eu te batizo em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo".


Fonte: Catecismo da Igreja Católica

50 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commenti


Post: Blog2_Post
Gabriel e mãe tela verde1.png
bottom of page