top of page
Buscar
  • Foto do escritorCidade Radio

Santa Filomena, a Princesinha do Céu




Em 1833, D. Francisco de Lucia tornou públicas umas revelações feitas por Santa Filomena a uma piedosa religiosa de nome Sóror Maria Luísa.


Não está fundado nestas revelações o culto de Santa Filomena porque, podemos dizê-lo, este começou em 1805 quando da trasladação das suas relíquias para Mugnano, na Itália.


E a sua descoberta se deu pelas Catacumbas de Priscila.


Tudo o que é extremamente proveitoso para a vida espiritual de todos, o demónio procura esconder por algum tempo. Em relação á Santa Filomena não foi diferente, mas quis o Senhor que ela se tornasse conhecida séculos depois.



As revelações à religiosa, a que não se deve atribuir um valor absoluto, foram conhecidas quando a fama da Santa já se estendia por diversos países da Europa e fizera de Ars e de Leão, em França, centros de grande devoção a Santa Filomena, por intermédio do Santo Cura d´Ars e de Paulina Jaricot.


Santa Filomena foi filha de um rei de um minúsculo estado da Grécia e sua mãe também possuía sangue real. O casal não tinha filhos e para os alcançarem, faziam contínuas preces e sacrifícios aos seus ídolos.


Pelas sábias palavras de um Santo médico romano, os seus pais aceitam serem batizados e se tornam cristãos.


O Imperador Diocleciano apaixonou-se pela Santa que contava 13 anos de idade e tentou ao máximo que ela concordasse se casar com ele. Inclusive ele prometeu o império á ela.

Seus pais muito tentaram convencer Santa Filomena em aceitar o pedido de casamento do Imperador.


Mas sem titubear, recusou o casamento, declarando que já se tinha consagrado a Jesus Cristo, nosso Deus, aos onze anos, pelo voto de virgindade.

Seus pais imploraram que aceitasse o pedido. Mas em vão.


Diocleciano tomado de fúria maligna tentou ao máximo fazer com que mudasse de decisão e de várias tentativas em fazê-la morrer, usou.


Mas o Senhor Jesus a libertou de todas as tentativas.

Nossa Senhora também a consola e a encoraja na luta de não ceder.


O Imperador possesso recorreu aos tormentos para a aterrorizar e para a induzir a quebrar a fé jurada ao Céu.


É impressionante o seu relato de tais torturas e os modos de a fazer sofrer até ao extremo.


Milhares de pessoas que testemunharam as barbaridades e milagres que a impediam de morrer se converteram.


Por fim, sua morte se dá no dia 10 de Agosto, uma sexta-feira, às três horas da tarde, pois o tirano havia mandado que cortassem a sua cabeça.


E Santa Filomena voou para o Céu, para aí receber do esposo divino a coroa da virgindade, que tão caro havia custado e que tinha comprado a preço de tantas vitórias.


Aconselho à todos os irmãos a se aprofundarem no conhecimento desta grande Mártir e tão milagrosa Santa.

Alistem-se também em sua Arquiconfraria espalhada pelo mundo.

Em suas Arquiconfrarias pelo mundo, seus devotos têm o azeite milagroso e os cordões milagrosos da Santa.

Adquiram livros sobre ela, para melhor a conhecerem e se tornarem seus devotos.


Como a vida de Santa Filomena foi tão maravilhosa por tamanha fé e pela luta da pureza, grande é o seu poder no Céu, onde Nossa Senhora disse-nos que tudo se obtém pela intercessão desta que é a Princesinha do Céu.


A Santa intercede por Conversão e Pureza a quem á ela recorrer. Mas há outras graças também que se pode pedir com amor e confiança.


Aqueles que levam ao conhecimento as outras pessoas sobre esta tão grande Santa, podem ter a certeza que muito receberão pela sua intercessão. Porém, quem recebe graças, devem cumprir com as promessas feitas à ela, pois senão estão em incumprimento e isso é muito grave em se tratando desta extraordinária Santa.



Santa Filomena, rogai por nós!












22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page