top of page
Buscar
  • Foto do escritorCidade Radio

Os 7 Exercícios Espirituais de Santa Gertrudes


Quis a Santa proporcionar às suas Irmãs de hábito um meio para crescimento da vida espiritual. São sete os Exercícios, como se fosse uma escada, de forma que cada degrau vai auxiliando de modo concreto a se alcançar um acréscimo espiritual. Os Exercícios representam também a “Semana da Criação”(os sete dias utilizados por DEUS), onde ela coloca o ser humano, como imagem perfeita do CRIADOR.


Os “Exercícios” na realidade, são um verdadeiro “Manual Gertrudiano, o qual engloba sete pequenas obras, uma independente da outra, mas, que se completam, pois faz considerações abrangendo a vida inteira da humanidade, desde o nascimento até a morte. É um conjunto de instruções e estímulos, para o fiel elaborar um fecundo caminho de procedimento, com orações e meditações.


O Primeiro Exercício considera a renovação da graça Batismal. O Sacramento do Batismo é a porta que permite a entrada e receção de todos os demais Sacramentos. Assim sendo, Santa Gertrudes considera o Batismo como a “base sobrenatural da santidade”. Sobre ela (a santidade) deve erguer o edifício Divino da vida humana.


O Segundo Exercício conduz o fiel à suprema vocação, ou seja, a Vocação do Estado Religioso. É onde acontece à verdadeira “conversão” , com o estado de consagração da alma a DEUS.


O Terceiro Exercício está, por assim dizer, perfeitamente ligado ao anterior, pois se trata do propósito definitivo da conversão, que no caso religioso, é celebrado solenemente através do pacto da “santa profissão dos votos”.


O Quarto Exercício vem estimular o fiel a recordar a renovação do seu total abandono a DEUS, oportunidade em que simultaneamente, a alma se torna participante da riqueza dos tesouros das graças que a Igreja concede ao fiel.


O Quinto Exercício é uma escola de instrução, indicando direções seguras e sugestões animadoras, para o fiel trilhar consciente o seu caminho e possuir meios e suportes para cumprir dignamente o maior de todos os Mandamentos, o “Mandamento do Amor”.


O Sexto Exercício consiste na indicação mais perfeita, na mais resplandecente beleza da chama do amor que se eleva aos Céus, como louvor e agradecimento, numa adoração mais luminosa a DEUS, no exercício de um culto fervoroso, mais sublime e mais desinteressado da criatura ao seu CRIADOR. É, portanto, o exercício por excelência, no qual acontecem os êxtases de amor.


O Sétimo Exercício assegura tornando legítimos todos os anteriores e os aperfeiçoa, porque se fundamenta na humildade, que verdadeiramente é a raiz de todas as virtudes, e primordialmente o temor a DEUS. Esta última parte focaliza em evidência, as cenas dolorosas da Sangrenta Paixão de NOSSO SENHOR.


A piedade de Santa Gertrudes se revela luminosa nos Exercícios. Ela é realçada com a sua perceção sobre a transcendência de DEUS que é principio e fim da criação; sua devoção ardente a SANTÍSSIMA TRINDADE e por cada pessoa Divina, realçando um amor intenso, repleto de gratidão e dedicação ao SALVADOR, que é o Mediador Supremo e Caminho para o PAI ETERNO. Por fim, culmina com a demonstração de um sentimento profundo de admiração e de confiança filial a NOSSA SENHORA, nossa MÃE SANTÍSSIMA, assim como o seu desejo da união eterna e de ver a “Volta de JESUS”.



PRECES GERTRUDIANAS

Não foram escritas por Santa Gertrudes, mas foram compostas por um jesuíta de Colônia em 1670. As orações têm uma função auxiliar, de levar personalidade aos escritos da Santa. Elas estão fundamentadas em escritos de opúsculos feitos por ela mesma, sobre diversas passagens bíblicas, sobre a Liturgia, sobre a Regra de São Bento e sobre as obras de São Bernardo de Claraval. Alguns hagiógrafos acrescentam que ela deve ter conhecido alguns escritos de Franciscanos, porque existem referências em parágrafos das “Preces” que sugerem esta possibilidade.


Toda a sua Obra e sua espiritualidade passaram despercebidos do povo em geral, até o ano de 1536, quando os Padres Cartuxos de Colônia, também na Alemanha, imprimiram o famoso Memorial. A aceitação e o êxito foram completos, sendo criada uma entusiasmada corrente espiritual em torno dos escritos da Monja, os quais foram traduzidos em diversas edições, realçando também a sua biografia. Acompanhando o êxito dos escritos, Santa Gertrudes passou a ser denominada "a Grande", ou "a Magna".


42 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
Gabriel e mãe tela verde1.png
bottom of page