top of page
Buscar
  • Foto do escritorCidade Radio

O Silêncio contra o barulho do mundo



Façamos os possíveis para vivermos o silêncio em Deus.

As Orações, as Meditações, a Adoração atém fluem melhor e passamos a sentir mais a voz de Deus em nossos corações.

Devemos começar como num treinamento de não falarmos da vida alheia ou fazermos comentários negativos em relação à algo ou alguém, o quê é tão comum na maioria das pessoas. E assim, um dia após o outro, vamos conquistando esse saborear Deus no silêncio.

O mundo faz e tem os seus muitos barulhos. Isso já basta.

Para descobrirmos e vivenciarmos a voz de Deus no profundo dos nossos corações, iniciemos com esse simples treinamento diário.



Segue abaixo o quê tem a nos dizer o Cardeal Robert Sarah.



Há uma grande questão: como é que o homem pode ser realmente à imagem de

Deus? Entrando no silêncio.

Como o próprio Deus habita num grande silêncio, revestindo-se de silêncio o homem fica perto do Céu, ou melhor, deixa que Deus Se manifesta nele.

Só encontramos Deus no silêncio eterno onde Ele habita. Alguma vez ouviu a voz de Deus tal como ouve a minha?


A voz de Deus é silêncio. Com efeito, o próprio homem também deve tender a tornar-se silêncio. Ao falar de Adão no paraíso, Santo Agostinho escrevia que <<vivebat fruens Deo, ex quo bono erat bonus>> (<<Ele vivia na alegria de Deus e, pela força desse bem, era próprio bom>>).


Vivendo com o Deus silencioso, e Nele, tornamo-nos nós próprios silenciosos.

No seu livro intitulado Je veux voir Dieu, o padre Marie-Eugéne de L'Enfant Jesus escreveu: << Para o homem espiritual que saboreou Deus; silêncio e Deus parecem ser uma mesma coisa. Por que Deus fala no silêncio e só o silêncio parece poder exprimir Deus.>> Por outro lado, para encontrar Deus, aonde poderia o homem ir senão às profundezas mais silenciosas de si próprio, nessas regiões tão escondidas que já nada as pode perturbar? Quando aí chega, com um cuidado ciumento, preserva esse silêncio que dá Deus. E defende-O contra qualquer agitação, inclusive dos seus próprios poderes. No coração do homem há um silêncio inato, porque Deus habita no que de mais íntimo existe em cada pessoa.


Deus é silêncio, e esse silêncio divino habita o homem. Em Deus, estamos indissociavelmente ligados ao silêncio. A Igreja pode afirmar que a humanidade é filha de um Deus silencioso, por que os homens são os filhos do silêncio. Deus conduz-nos, e nós vivemos com Ele a cada instante mantendo o silêncio. Nada leva melhor a descobrir Deus do Seu silêncio inscrito no âmago do nosso ser.

Se não cultivamos esse silêncio, como poderemos encontrar Deus?



Cardeal Robert Sarah em "A Força do Silêncio contra a ditadura do barulho".


22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page