top of page
Buscar
  • Foto do escritorCidade Radio

O quê é preciso para progredir no caminho duma vida perfeita?




• utilizar o aguilhão da consciência, temperando-o, aguçando-o e apontando-o;

• expor-se à luz da inteligência, projetando-a ao longe e ao largo e refletindo-a;

• servir-se da chamazinha da sabedoria, compondo a mecha, acendendo-a e ele-

vando-a.



Assim, pela via da oração, a alma:



- começa por deplorar a sua miséria,

- com dor pelo dano que a si mesmo causou,

- com pejo pelo seu procedimento vergonhoso,

- com temor pelo perigo que corre;



- Em seguida implora a misericórdia divina com desejo inspirado pelo Espírito Santo,



- com plena confiança em Cristo crucificado,

- com a assistência e o patrocínio dos Santos;

- Depois passa à adoração de Deus,

- prestando-lhe reverência,

- mostrando-lhe benevolência,

- comprazendo-se Nele.



Ou seja: numa espécie de silogismo, temos:



- como premissa maior a admiração dos atributos divinos;

- como premissa menor a própria indignidade, e daí resulta como conclusão a necessidade do culto da adoração.



Quem assim se exercitar com empenho e perseverança, irá progredindo no amor, subindo os seis degraus atrás referidos, até chegar à perfeita tranquilidade, à imensa paz que o Senhor deixou aos Apóstolos¹


Note-se enfim que o Apóstolo em todas as saudações desejava aos cristãos a graça e a paz - graça como princípio e paz como fim. Mas na primeira carta a Timóteo, entre a graça e a paz intercalou a misericórdia. E que a misericórdia é imprescindível tanto para a graça como para a paz.




Trechos da Obra "As Três Vias" de S. Boaventura

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mansidão

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page