top of page
Buscar
  • Foto do escritorCidade Radio

Devoção das 6 Primeiras 5ª feiras do Mês


Essa Devoção provém de uma revelação de Jesus à Beata Alexandrina de Balasar. Surgiu em Portugal e teve seus escritos aprovados pela Congregação da Causa dos Santos em 1977, sendo uma devoção pouco conhecida: é a Comunhão e Adoração Reparadora do Santíssimo Sacramento nas Seis Primeiras Quintas-feiras do Mês.


Esta devoção foi estabelecida para ser feita na quinta-feira porque, foi na Quinta-feira Santa que o Senhor instituiu a Eucaristia na Última Ceia.

O Santíssimo Sacramento é o Coração Eucarístico de Jesus.


O Papa Pio XII, na Encíclica Haurietis aquas, refere-se ao Santíssimo Sacramento como sendo o Coração Eucarístico de Jesus: "Não será fácil compreender a força do amor que levou Jesus Cristo a dar-Se a nós como Alimento Espiritual, senão se fomenta de modo especial o culto ao Coração Eucarístico de Jesus."


A Igreja, no Formulário para a Missa do Coração Eucarístico de Jesus, resume a unidade existente entre o Sagrado Coração Eucarístico de Jesus na seguinte frase: "O culto ao Coração Eucarístico de Jesus não difere substancialmente do culto que a Igreja tributa ao Sagrado Coração de Jesus".


O Santíssimo Sacramento do Corpo e Sangue do Senhor, ou a Eucaristia, resulta do amor que transborda do Sagrado Coração de Jesus. A Eucaristia não é um símbolo: é a presença real de Jesus na hóstia consagrada que Se dá a nós. No sacrifício da Cruz, Cristo Se entregou totalmente pela Igreja e ela corresponde celebrando a Eucaristia, tornando- Se presente n'Ela.


Devemos Comungar em estado de graça e além da Adoração Reparadora do Santíssimo Sacramento, está ligada a prática da Hora Santa que consiste em meditarmos às quintas-feiras sobre a Dolorosa Paixão de Jesus Cristo, especialmente sobre a Sua Agonia no Horto das Oliveiras, reparando o abandono que Ele sentiu quando os Apóstolos dormiram em vez de Lhe fazerem companhia.


Disse Jesus à beata Alexandrina de Balasar: "E para Me acompanhar na humilde oração que Eu apresentei a Meu Pai no meio de todas as Minhas angústias, todas as quintas-feiras levantar-te-ás entre as onze horas e a meia-noite para Comigo te prostrares durante uma hora com o rosto em terra, para assim aplacar a Ira Divina, pedindo misericórdia para os pecadores como para adoçar de alguma maneira, a amargura que Eu sentia com o desamparo em que Me deixaram Meus Apóstolos, o qual Me obrigou a lançar-lhes em rosto o não terem podido velar uma hora Comigo".



19 visualizações0 comentário

Комментарии


Post: Blog2_Post
bottom of page